• tecnocloud26

15 anos de Twitter: confira a história da rede social do passarinho azul

A palavra "Twitter" significa "uma pequena explosão de informações" ou "assobios de pássaros".



(Foto: OLIVIER DOULIERY / AFP)





No último domingo, 21, o Twitter completa 15 anos e ao longo de mais de uma década, a rede social do passarinho azul passou por diversas mudanças. Não apenas em seu design, mas também foi palco para transformações sociais e políticas.

Fundada em março de 2006 por Jack Dorsey, Evan Williams, Biz Stone e Noah Glass, nos Estados Unidos, o Twitter é uma das redes sociais mais populares do mundo. A plataforma está disponível em 35 idiomas diferentes, contando com 316 milhões de usuários cadastrados.

Mas para entender o sucesso da rede social nesses 15 anos de existência, precisamos voltar dois anos antes da criação da plataforma. O empresário norte-americano de tecnologia, Evan Williams, fundador do Blogger, trabalhava junto com Biz Stone no Google. Em 2004, os dois saíram de lá para criar a Odeo, uma startup voltada para podcasts. Porém, a empresa não trouxe bons resultados nesse segmento.

Evan Williams achou que era hora de mudar de estratégia e disse aos funcionários que começassem a ter ideias para que a Odeo tivesse outra direção a seguir. Os empresários então decidiram elaborar uma maratona de programação de um dia inteiro com a finalidade de conseguirem um novo projeto. Durante a competição, eles realizaram uma reunião para apresentação de ideias em grupo e Jack Dorsey estava presente. Foi a partir desse momento que o Twitter começou a ser modelado pela startup.

Dorsey teve a ideia completamente diferente dos demais. Ele apresentou sua proposta que era um serviço de microblog baseado em SMS, onde as pessoas poderiam acompanhar seus amigos através de pequenas mensagens enviadas, os "Status", primeiro nome do Twitter. A plataforma funcionava assim: O usuário enviava uma mensagem curta para um número específico e ele seria transmitido a todos os seus amigos.

A parceria entre o quarteto estava formada, pelo menos, nos primeiros anos. A ideia veio de Dorsey, Glass sugeriu o nome, Stone foi o responsável pela aparência e design e Williams foi quem financiou o projeto no início.

Chamado primeiro de “status”, o nome não agradou muito o quarteto. Mas pesquisando no dicionário, os empresários encontraram a palavra “Twitter” que significa “uma pequena explosão de informações inconsequentes” ou “assobios de pássaros”. Os dois conceitos combinavam com a proposta do serviço e eles adotaram o nome.

Inicialmente, eles optaram por usar apenas a abreviatura “Twttr”. Naquela época, era comum empresas utilizarem combinações de palavras ilegíveis. Nos anos 2000, por exemplo, também nasceram o Flickr e Tumblr.



"O Twitter é o pássaro e o pássaro é o Twitter”


(Foto: Olivier DOULIERY / AFP)




Em um anúncio feito no ano de 2012 sobre o redesenho da logo do Twitter, o ex-diretor criativo da companhia, Doug Bowman, disse que “o Twitter é o pássaro, o pássaro é o Twitter”. O pássaro azul é símbolo visual de reconhecimento universal da marca. De acordo com Bowman ele é “a representação definitiva de liberdade, esperança e possibilidades ilimitadas”, comentou.

"Nosso pássaro foi desenvolvido a partir de três conjuntos de círculos sobrepostos - semelhantes à forma como suas redes de interesses e ideias se cruzam com seus colegas e amigos”, completou o ex-diretor.


A explosão do Twitter no mundo

A explosão do Twitter aconteceu em 2007 durante o South by Southwest, um conjunto de festivais de cinema, música e tecnologia que aconteceu nos Estados Unidos. A conferência interativa trouxe a tecnologia como foco.

Naquele ano, a equipe da rede social teve forte presença na conferência. Foram colocadas duas telas no local principal do evento, lá passava mensagens trocadas exclusivamente no Twitter. A ideia foi um sucesso e, no final do festival, mais de 60 mil tweets foram enviados durante os dias da festa.


No Brasil, o Twitter se popularizou em 2008, mas a versão em português chegou somente em julho de 2011. Hoje, a empresa tem dois escritórios no país, um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro.

De acordo com um levantamento realizado pela empresa alemã Statista em 2020, a plataforma conta com 187 milhões de usuários ativos em todo o mundo. No Brasil existem 14,1 milhões de brasileiros cadastrados na plataforma. A pesquisa ainda revela que o país ocupa a 4° posição no ranking dos países que mais acessam o Twitter, ficando atrás apenas dos Estados Unidos (69,3 milhões), Japão (50,9 milhões) e Índia (17,5 milhões).


As transformações ao longo do tempo


(Foto: Reprodução)



Caracterizado por funções próprias do aplicativo, como os retweets, replies e hashtags, o Twitter nem sempre teve essa funcionalidade. Elas foram surgindo ao longo do tempo e de ideias que vieram dos usuários.

Quando o número de usuários inscritos começou a crescer, as pessoas que utilizavam a plataforma sentiram a necessidade de conversarem umas com as outras e os próprios usuários criaram mecanismos para que isso pudesse acontecer. Por exemplo, por não ter como responder alguém, começou-se a utilizar o símbolo @ antes do nome de identificação do usuário. Isso se tornou algo tão comum que a equipe adicionou essa funcionalidade ao Twitter. Da mesma forma aconteceu com as hashtags.


Outra ferramenta que foi criação dos primeiros twitteiros foram os “RTs”. Os usuários queriam uma forma de repostar a mensagem que alguém incluindo o crédito de quem fez o post. Então eles escreviam RT no início da mensagem e o @ do usuário que seria replicado. Em agosto de 2010, o botão com a funcionalidade foi adicionado oficialmente.

E ao longo do tempo outras ferramentas foram sendo adicionadas como os Trending Topics (TTs), na qual você consegue acompanhar os assuntos que estão sendo comentados em uma determinada região do mundo. As listas, que servem para formar um grupo de contas do Twitter. Os usuários podem criar suas próprias listas ou seguir outras existentes, e assim, customizar uma linha do tempo específica que mostrará apenas o tweets das contas adicionadas no recurso.


Outro marco importante do Twitter foi o aumento de 140 para 280 caracteres. Muita gente não sabe o motivo do limite de palavras em um post. Hoje um tweet permite 280 caracteres. A razão dessa limitação é que originalmente a rede social foi projetada como uma plataforma baseada em SMS. Esse era o padrão utilizado por operadoras de celular. Porém, à medida que ele foi para a web, o número de toques permaneceu. Foi somente em 2017 que o número de caracteres dobrou de 140 para 280.

Um dos recursos mais recentes dentro do aplicativo são os “Fleets”, lançado em março de 2020. É uma versão dos Stories do Instagram para a rede social. A nova ferramenta permite que você faça uma publicação e ela irá desaparecer em 24 horas. Ele foi inicialmente testada apenas no Brasil.


“Os memes do Twitter que só quem está na rede social há muito tempo lembra”

Não é novidade para ninguém que o Brasil é o maior exportador de memes do mundo. E o Twitter contribui para essa brincadeira virtual. Só para ter uma noção, foi na rede social que aconteceu a primeira “guerra mundial de memes”. A competição aconteceu para saber qual nação era a mais "zoeira" do mundo, e, claro, que o Brasil venceu a disputa (por três vezes).


Aliás, se tem uma coisa que o Brasileiro faz bem na plataforma de 280 caracteres, são os memes. Sabe aquela piada que você viu no Facebook ou no Instagram? Ela muito provavelmente começou no Twitter. E você já sabe: aconteceu algo inusitado ou engraçado e caiu na plataforma, o meme é certo.


O brasileiro não poupa nada e nem ninguém, seja uma possível terceira guerra mundial ou mesmo uma fala engraçada na tv. Nada escapa do bom humor tipicamente brasileiro. Celebridades como Inês Brasil e Gretchen fazem sucesso até hoje na timeline dos twitteiros.

Em entrevista ao G1 em 2017, Gretchen, a cantora, disse que achava engraçado os memes e gifs que faziam com ela. "É engraçado essa coisa de memes. Primeiro que eu nem sabia o que era isso, mas depois comecei a me inteirar, conhecer e a entender. Achei muito engraçado e divertido. Tem uns [gifs] que são super de bom gosto e a criatividade brasileira é muito boa. A rainha dos GIFs: adoro”, disse. Os gifs da cantora são tão populares que vão de relacionamento amoroso, até assuntos políticos.



O que acharam? deixe seu comentário.







Fonte: OPOVO

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Atualizado em    15/04/2021

Copyright © 2020 Tecnocloud26.