• tecnocloud26

Fire TV Stick Lite é bom? Veja prós e contras do rival do Chromecast

Aparelho promete oferecer uma boa experiência de uso com um preço mais baixo que rivais.


O Fire TV Stick Lite é um media center da Amazon que transforma sua TV em smart e está mais barato durante a Black Friday 2020. Com preços a partir de R$ 249, o aparelho tem como grande destaque a assistente de voz Alexa, uma novidade em relação ao Fire TV Stick Basic Edition, versão anterior do dongle. No entanto, o produto não conta com o Globoplay, o que pode ser um problema para os assinantes do streaming da Globo.


O modelo chega ao mercado para concorrer com rivais como Roku Express, Mi TV Stick, da Xiaomi, e Chromecast 3. Se você ficou interessado no modelo, veja, a seguir, três vantagens e desvantagens do aparelho para te ajudar a decidir se o Fire TV Stick Lite é uma boa opção para você.



Fire TV Stick Lite da Amazon é opção para transformar a TV em smart — Foto: Divulgação/Amazon



PONTOS POSITIVOS


1. Sistema próprio e controle remoto


O Fire TV Stick Lite tem controle remoto e sistema próprio da Amazon baseado no Android. Dessa maneira, não é necessário que o usuário tenha o celular sempre em mãos na hora de escolher algo para começar a assistir, como acontece, também, no Chromecast.

Por meio do controle, o usuário pode dar play e pause na reprodução e navegar pelos menus de maneira mais confortável. O software também é conhecido por ser leve e ágil, e, por isso, não deve apresentar problemas de desempenho. Segundo a Amazon, o modelo é 50% mais rápido que a versão de 2017.


2. Alexa integrada


Um dos pontos altos do Fire TV Stick Lite é a presença da Alexa, recurso antes exclusivo do modelo 4K lançado nos EUA há dois anos. Por meio de um microfone integrado ao controle, o usuário pode acionar a assistente e realizar comandos como “Assistir The Office” ou “Procurar por filmes de suspense” para evitar ter que digitar no teclado virtual.

Além disso, é possível fazer perguntas como “Qual é a previsão do tempo para hoje?” e obter a resposta em voz alta. Usuários que tenham uma caixa de som inteligente da linha Echo também podem ligar a TV por meio de comandos de voz.



Controle remoto do Fire TV Stick Lite tem microfone para acionar a Alexa — Foto: Divulgação/Amazon


3. Pode sair mais barato que rivais


A Amazon lançou o Fire TV Stick Lite pelos mesmos R$ 349 do rival Roku Express, mas já é possível encontrá-lo mais barato. Durante a Black Friday, o aparelho está à venda em lojas online por até R$ 249, enquanto os rival Roku, Chromecast e Mi TV Stick são encontrados na faixa dos R$ 300 ou mais. Fora da Black Friday, vale lembrar, os preços podem voltar a se equiparar no mercado nacional.



PONTOS NEGATIVOS


1. Número limitado de apps


Apesar de ser um produto da Amazon, o Fire TV Stick Lite não se limita ao Prime Video e outros serviços da empresa. No entanto, a oferta de aplicativos não é tão ampla como no caso do Chromecast e do Mi TV Stick, por exemplo.

As opções de streaming incluem apps famosos como Netflix, YouTube e Telecine Play. No entanto, aplicativos conhecidos como HBO Go e Globoplay não estão disponíveis. A seleção de jogos e apps de produtividade também é escassa, de modo que o aparelho serve praticamente apenas para streaming, sem recursos extras presentes em rivais que rodam Android TV.



Fire TV Stick Lite tem vários apps, mas HBO Go e Globoplay são ausências marcantes — Foto: Divulgação/Amazon


2. Espelhamento de tela restrito


Outro ponto fraco do dispositivo é o suporte restrito ao espelhamento de tela. Assim como em outros modelos da linha, o Fire TV Stick Lite só permite conexão via Miracast, padrão menos popular e que não está disponível em todos os PCs Windows ou celulares Android mais antigos. Além disso, mesmo utilizando um aparelho compatível, a experiência de uso não é suave como no Chromecast, que usa um protocolo proprietário – e mais eficiente – do Google.



Controle remoto do Fire TV Stick Lite não tem botões de volume ou liga/desliga — Foto: Divulgação/Amazon



3. Controle não traz botões de volume nem liga/desliga


O controle remoto do aparelho não conta com botões importantes, como liga/desliga e volume. O volume pode ser controlado nos próprios aplicativos, mas sem a praticidade que uma tecla física proporciona.

No dia a dia, portanto, o usuário acaba sendo obrigado a manter o controle da TV por perto. Em contrapartida, o acessório da Amazon tem um atalho para abrir o guia, função que imita a experiência da TV por assinatura e reúne diversos conteúdos disponíveis no momento em uma interface unificada.







fonte[techtudo] amazon

6 visualizações0 comentário