• tecnocloud26

Invent 2020: desenvolvedores

poderão criar apps para o macOS na nuvem da AWS.


A Amazon Web Services (AWS) anunciou nesta terça-feira (1º) que está trazendo o macOS - sistema operacional dos computadores da linha Mac, da Apple - para os seus serviços na nuvem. Dessa forma, novas instâncias do Mac mini estarão disponíveis no Elastic Compute Cloud (EC2) da AWS, permitindo aos desenvolvedores criar aplicativos para iPhones, iPads, Macs, entre outros dispositivos em servidores cloud.


A divulgação foi feita durante o re:Invent 2020, conferência de desenvolvedores da AWS que, neste ano, acontece forma totalmente online. A introdução de instâncias do macOS pela Amazon é significativa para os desenvolvedores. Eles agora têm um grande provedor de nuvem que lhes permitirá executar ferramentas de desenvolvimento Xcode e Swift na nuvem. Dessa forma, eles não precisão mais manter e corrigir máquinas Mac dedicadas. A Amazon ainda não anunciou o preço do serviço, o que deve ocorrer em breve.


“Nossos clientes nos dizem que adorariam ter seu ambiente de construção Apple integrado aos serviços da AWS”, disse David Brown, vice-presidente da EC2, na AWS. “Com as instâncias EC2 Mac, os desenvolvedores agora podem provisionar e acessar ambientes de computação macOS sob demanda na AWS pela primeira vez, para que possam se concentrar na criação de aplicativos para as plataformas líderes de mercado da Apple, em vez de adquirir e gerenciar a infraestrutura subjacente. ”

Atualmente, a comunidade de desenvolvedores da Apple conta com mais de 28 milhões de profissionais. “Com o lançamento de instâncias EC2 Mac, estamos entusiasmados em tornar o desenvolvimento para as plataformas da Apple acessíveis de novas maneiras e combinar o desempenho e a confiabilidade de nosso hardware com a escalabilidade da AWS", declarou Bob Borchers, vice-presidente de marketing mundial de produtos da Apple.


Instâncias com Mac Minis


Para viabilizar o desenvolvimento de apps e afins para o Mac OS, a AWS usará uma uma combinação de hardware Mac mini e a camada de abstração AWS Nitro. Isso permitirá que as instâncias do macOS 10.14 Mojave e 10.15 Catalina consumam outros serviços AWS, como S3, EBS e EFS.



"Você pode usar as instâncias do Amazon EC2 Mac para construir, testar, empacotar e assinar aplicativos Xcode para a plataforma Apple, incluindo macOS, iOS, iPadOS, tvOS, watchOS e Safari", escreveu o evangelista chefe da AWS Jeff Barr. "As instâncias apresentam um processador Intel Core i7 (Coffee Lake) de 6 núcleos de 8ª geração rodando a 3,2 GHz, com Turbo Boost de até 4,6 GHz."


Além dos chips Intel Core i7, cada Mac mini vem com 32 GB de RAM. Os desenvolvedores poderão escolher entre o macOS Mojave e o macOS Catalina - com suporte para Big Sur em breve - a Amazon também está planejando fornecer dispositivos movidos a M1 em 2021. A AWS está disponibilizando as instâncias como hosts dedicados com um período mínimo de locação de 24 horas, o que significa que eles não podem fazer parte de um grupo de escalonamento automático.



Mac Mini que será utilizado na estrutura de nuvem da AWS (Imagem: Divulgação / AWS)



As instâncias do Mac estarão disponíveis já nesta terça-feira, nas regiões AWS Leste dos EUA (N. Virginia), Leste dos EUA (Ohio), Oeste dos EUA (Oregon), Europa (Irlanda) e Ásia-Pacífico (Cingapura).


Restrições


Embora os desenvolvedores tenham conseguido recorrer a empresas como a Macstadium para hospedar instâncias do macOS anteriormente, o acordo de licenciamento da Apple para o macOS sempre foi uma área cinzenta. A Apple deixou isso muito mais claro recentemente com uma atualização do contrato de licença para Big Sur.

Agora, o software e hardware da Apple podem ser alugados para indivíduos ou empresas para serviços de desenvolvedor permitidos, desde que seja “por um período mínimo de vinte e quatro (24) horas consecutivas”.


A AWS está aderindo a essa restrição de 24 horas, o que significa que as instâncias não podem ser usadas como parte de um grupo de Auto Scaling. A divisão de cloud services da Amazon permitirá ainda que os desenvolvedores paguem pelo uso de suas máquinas macOS no formato pré-pago.






Com informações do ZDNet e The Verge

Fonte: AWS

5 visualizações0 comentário