• tecnocloud26

Saiba o que são os cookies dos sites e como eles funcionam

Os cookies são responsáveis pela comodidade do usuário, evitando que seja necessário preencher dados novamente em cada navegação




(Foto: Glenn Carstens-Peters/Unplash)




Diariamente você deve se deparar com mensagens de ‘aviso de cookies’ enquanto navega pela Internet. Na maioria das vezes, os usuários só aceitam o comunicado e seguem explorando o site. Mas você sabe o que são os cookies e porque é importante ler o conteúdo do aviso antes de aceitá-lo? O POVO conversou com uma especialista para esclarecer essas e outras questões sobre o assunto.


É comum que os sites mais acessados por cada usuário tenham informações preenchidas automaticamente, por já estarem gravadas. Seja tradução do idioma, logins e senhas, dados bancários ou mesmo as sacolas virtuais com compras que ficaram para serem finalizadas. Os cookies são responsáveis por essa comodidade, evitando que seja necessário preencher tudo novamente em cada navegação ao site. “Os cookies são arquivos em texto armazenados pelo navegador, que guarda uma série de informações sobre o visitante e sua navegação pelas páginas de um site”, explica a engenheira da informática, Ana Lúcia de Morais.


A criação dos cookies está relacionada com o desenvolvimento da web e até um tempo atrás eram ainda menos notados pelos usuários. Após uma série de discussões acerca das políticas de privacidade na internet, essa ferramenta se consolidou. “É por isso que todos os sites são obrigados a notificar os usuários sobre quais tipos de cookies estão sendo utilizados para armazenar informações sobre sua navegação, sendo de responsabilidade do usuário aceitar ou não”, observa Ana Lúcia.


Os cookies também são responsáveis pela navegação personalizada de cada usuário, uma vez que guardam dados sobre as preferências individuais. Na prática, quando se pesquisa algum produto ou serviço na internet, os cookies armazenam as informações, e o que tiver sido buscado aparece organicamente para o usuário mesmo que ele esteja em um outro site. Ana Lúcia lembra que esse tipo de informação proporcionada pelos cookies é conhecido como remarketing. “As redes de anúncio disputam constantemente por cookies de usuários e esses dados são conhecidos pelo termo de third-party-cookies, onde se torna possível as mesmas acessarem informações de seu cookie e assim customizar anúncios de acordo com sua preferência em outros sites”, detalha.



Segurança de dados


Os cookies oferecem praticidade para os usuários, porém, como se trata de armazenamento de dados pessoais, é importante tomar cuidado na hora de dar permissão. Antes de aceitar o aviso e dar continuidade à navegação, o ideal é ler a mensagem que aparece e estar ciente da política de privacidade para saber onde e para quê suas informações serão usadas.


Além disso, vale ressaltar que os cookies podem ser prejudiciais para os usuários que usam computadores compartilhados, seja no trabalho, em lan house ou laboratórios de universidades. Isso porque as informações armazenadas podem ser vistas por outras pessoas. Assim, deixar logins, senhas e dados bancários salvos, por exemplo, acaba sendo perigoso. “Para se proteger, o interessante é navegar de maneira privada na internet”, alerta Ana Lúcia.



Fugir do cookies



Na maioria das vezes é impossível fugir dos cookies durante a navegação aberta, isso porque muitos sites exigem a aceitação para que o usuário continue pesquisando. No entanto, tem como excluir as informações armazenadas depois. Pelo computador, basta acessar “Ferramentas” e clicar em “Apagar dados de navegação”. Se estiver pelo celular, acesse “Configurações”, depois “Privacidade” e clique em “Apagar cookies”.



Fonte: OPOVO

11 visualizações0 comentário

Atualizado em    19/01/21

Copyright © 2020 Tecnocloud26.