• tecnocloud26

Subscrição do Spotify ficará mais cara

O plano Familiar terá um aumento de 3 euros.



© Shutterstock




O serviço de streaming de músicas Spotify está aumentando o preço da mensalidade do serviço Premium em vários países, inclusive no Brasil. Os novos valores começarão a valer em abril de 2021 no País, mas clientes atuais só receberão o reajuste em julho. Quem está no período de testes também receberá dois meses no valor anterior ao reajuste.


O maior aumento é no plano familiar, que passa de R$ 26,90 para R$ 34,90. O adicional de R$ 8 representa um acréscimo de 29,7% no valor. As outras modalidades tiveram reajustes menores: o estudantil vai de R$ 8,50 para R$ 9,90 (16,5% de aumento); o individual passa de R$ 16,90 para R$ 19,90 (17,7%), enquanto o Duo, com duas contas, subiu menos de preço: foi de R$ 21,90 para R$ 24,90, 13,7% a mais.


Os usuários do serviço já foram notificados da mudança por e-mail. As mudanças tornam o Spotify menos atrativo que os concorrentes. O Apple Music tem planos de R$ 8,50 para estudantes, R$ 16,90 na modalidade individual e R$ 24,90 no acesso familiar de até seis contas. O Deezer, por sua vez, cobra R$ 8,45 para universitários, R$ 16,90 no plano individual e R$ 26,90 no familiar, também com seis contas. O Youtube Music, por fim, traz valores de R$ 8,50 para estudantes, R$ 16,90 no individual e R$ 25,50 no familiar - mas, neste caso, o limite é de cinco usuários.


Spotify também aumentou preços em outros países


O serviço do Spotify premium não subiu de preço apenas no Brasil. No Reino Unido, os valores foram de £ 3,99 para £ 4,99 no plano estudantil, £ 12,99 para £13,99 no Duo e de £ 14,99 para £ 16,99 no familiar. Outros países da Europa também tiveram aumentos: nestes locais, a assinatura foi de € 4,99 para € 5,99 no plano estudantil; € 11,99 para € 12,99 no Duo e € 14,99 para € 17,99 no familiar.

Nos Estados Unidos, somente o plano familiar sofreu reajustes. O valor, que antes era de US$ 14,99, passou para US$ 15,99.




O que acharam? deixe seu comentário.









Fonte: OPOVO

4 visualizações0 comentário