• tecnocloud26

Tecnologias de 2021: IA e machine learning estarão no centro do mundo

Inteligência artificial (IA), machine learning, 5G e internet das coisas (IoT) serão as principais tecnologias de 2021. É o que aponta pesquisa global do IEEE – Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos, realizada com 350 executivos do Brasil, China, Estados Unidos, Índia e Reino Unido.


Quase um terço (32%) dos Chief Information Officers (CIOs) e Chief Technology Officers (CTOs) que responderam a pesquisa apontaram a IA e o machine learning como as principais tendências de 2021, seguidos pelo 5G (20%) e IoT (14%).


Já no recorte contabilizando apenas as respostas brasileiras, a internet das coisas e o blockchain (66%) deverão ser as principais tecnologias no ano que vem.


Ainda segundo os resultados do estudo no Brasil:


  • 86% trabalhariam lado a lado com um robô, sendo 38% a favor de robôs para a exploração científica e 16% dos para o uso de robôs em cuidados hospitalares;

  • 40% afirmam que a adoção a tecnologia 5G acelerou devido à pandemia e, para 26%, será uma das principais tecnologias em 2021

  • 36% dizem que os serviços de entretenimento serão os mais impactados pela tecnologia em 2021;

  • 34% acreditam que os serviços financeiros serão mais impactados pela tecnologia em 2021;

  • 24% afirmam que a educação será mais impactada pela tecnologia em 2021;

  • 20% acreditam que a videoconferência foi a tecnologia mais importante em 2020.



De acordo com 50 CIOs e CTOs do Brasil, a internet das coisas será a principal tecnologia de 2021. Foto: jeferrb/Pixabay



A pesquisa global também mostra que a manufatura (19%), saúde (18%), serviços financeiros (15%) e educação (13%) deverão ser os setores mais impactados pelas tecnologias em 2021.


Balanço de 2020


O questionário da IEEE também contabilizou os dados de 2020 em meio à pandemia da Covid-19. A maioria (92%) acredita que sua empresa está mais bem preparada para responder a uma interrupção catastrófica, como uma violação de dados ou desastre natural, muito em decorrência da pandemia.


Segundo os entrevistados, o coronavírus acelerou a adoção da computação em nuvem (55%), a adoção do 5G (52%), tecnologias IA e machine learning (51%), além de adoções de IoT (42%), realidade aumentada e virtual (35%) e tecnologias de videoconferência (35%).




Tecnologias de 2021: Os desafios



Cerca de 52% dos CIOs e CTOs enxergam a adequação das operações de negócios com a pandemia do coronavírus como o principal desafio em 2021, estabelecendo regimes híbridos de trabalho, reabrindo ou devolvendo escritórios e instalações, e gerenciando o trabalho remoto permanente.


Adequações operacionais diante da pandemia do coronavírus seguirão como principais desafios em 2021. Foto: wan/Rawpixel



Outro impasse a ser enfrentado refere-se à segurança cibernética com o avanço do trabalho móvel. Com a possível continuidade do regime home office nos próximos anos, as empresas terão de reforçar sua proteção para garantir a segurança de seus funcionários e de seus dados.


Apenas 20% dos entrevistados afirmaram conseguir rastrear e gerenciar de 51 a 75% dos dispositivos conectados. A maioria (34%) “dá conta” de apenas 26 a 50% dos dispositivos.

Isso exigirá um olhar especial das empresas para os serviços de segurança cibernética nos próximos anos.


Isso exigirá um olhar especial das empresas para os serviços de segurança cibernética nos próximos anos.



fonte:[olhar digital]

4 visualizações0 comentário